2 de jan de 2009

Brasil passa por reforma Gramática

A reforma ortográfica passou a vigorar no Brasil neste dia 1.º de  janeiro. O prazo oficial é que até 31 lingua ptde dezembro de 2012 a adaptação seja feita de maneira completa. Até lá, as duas formas, antiga e atual, conviverão juntas, inclusive em concursos públicos, exames vestibulares e provas escolares. Para as escolas, a adesão à reforma deve ser feita até 2010. A Gazeta do Povo decidiu adotar as novas regras a partir de hoje, na primeira edição do jornal em 2009.

Reforma ortográfica começou a valer. Brasileiros terão de se acostumar com mudanças na escrita de palavras como voo e ideia, sem os acentos

Os jornais "Folha de São Paulo" e "O Estado de São Paulo", dois dos principais diários brasileiros, adoptam a partir de hoje as novas regras da reforma ortográfica da língua portuguesa.

"Acordo ortográfico entra em vigor hoje" é um dos destaques da primeira página da "Folha de São Paulo", ao salientar que as novas regras serão adoptadas de forma gradual até 2012, no Brasil.

A intenção do acordo é unificar o registro escrito nos oito países de língua portuguesa: Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal. Mais de 200 milhões de pessoas falam português em todo o mundo. Segundo o professor titular de Língua Portuguesa da UFPR, Carlos Alberto Faraco, membro da Comissão para Definição da Política de Ensino-Aprendizagem, Pesquisa e Promoção da Língua Portuguesa (Colip), o acordo tem uma importância fundamentalmente política. “Nunca se alcançou antes a unificação ortográfica porque o Brasil nunca cumpriu os acordos que assinou anteriormente (1931 e 1945). A partir de um determinado momento, Portugal passou a fazer uso político das diferenças para embaraçar a presença cultural brasileira nos demais países de língua portuguesa oficial e a difusão internacional do português brasileiro”, explica.

Apesar das mudanças atingirem em menor escala a grafia utilizada no Brasil – aproximadamente 0,5% das palavras contra 1,6% em Portugal –; os brasileiros podem estranhar algumas regras adotadas, como o fim do trema e o desuso dos acentos agudo e circunflexo em determinados casos.

Nesse  caso seria correto afirmar que a Microsoft terá que se explicar para mudar o dicionário do Office até 2010, “orkuteiros” e “mensageiros” (MSN) estão amando essas coisas, ninguém escreve correto mesmo… e outra, foi até bom que essas novas medidas foram tomadas, assim eu sei que o trema nunca mais será usado… e isso eu gosto… muahahahahaha….

Nenhum comentário:

Postar um comentário